O que é um Eclipse?

O Eclipse é um fenômeno astronômico que ocorre quando um corpo celeste passa pela sombra de outro, tornando se obscurecido por um curto período.

Como terráqueos que somos, observamos mais comumente a ocorrência de dois tipos de eclipses. São eles:

Eclipse Solar, quando a Lua está entre o Sol e a Terra, impedindo a visibilidade do Sol em algumas partes do globo terrestre. É muito provável que este seja um dos eclipses mais admirados em todo o mundo, principalmente quando ocorre de forma total. Infelizmente não é o tipo de eclipse mais comum no Brasil, o meu conselho é que nos mantenhamos vivos até os anos de 2045 e 2046 (sente-se e espere durante 30 anos..rsrs) segundo dados da NASA nestes anos será possível observar o fenômeno nas regiões do Nordeste do país.

Eclipse Lunar, acontece quando a Terra está entre o Sol e a Lua. Podendo ser observado de qualquer parte do hemisfério terrestre que estiver voltado para a Lua, o eclipse lunar tem uma duração de pouco mais de 3 horas, embora a fase total dure cerca de 1hora.

Essas posições de luz e sombra são possíveis devido ao movimento de rotação e translação da Terra. A sombra causada pela posição dos objetos celestes divide o fenômeno em três categorias:

Total: Também conhecido como “Lua de Sangue”, ocorre quando a sombra ocupa todo o objeto celeste.

Parcial: quando apenas parte da sombra projetada encobre o objeto celeste.

Anular: quando apenas um anel do objeto celeste fica descoberto;

Assim como ocorre com a nossa lua, as quatro maiores luas de Júpiter (Europa, Lo, Ganimedes e Calisto) também formam eclipses, podendo ser observados por nós de forma bem sutil quando seu brilho se apaga por alguns minutos. Uma curiosidade é que, os métodos utilizados para calcular a velocidade da luz, devem se à observação de um eclipse das luas de Júpiter.

Há também um tipo de eclipse entre as Estrelas Binárias. Se as estrelas de um sistema binário orbitam em um plano ao longo da linha de visão da Terra, tais estrelas se eclipsam mutuamente; esses pares são chamados de binárias eclipsantes ou binárias fotométricas, devido ao fato de serem detectadas pela mudança de brilho durante eclipses e trânsitos estelares. É o caso da estrela Sírius, por exemplo.

Agora que você já aprendeu um pouco sobre os eclipses, mantenha se atento! Os céus de Setembro prometem um maravilhoso eclipse lunar no dia 27.

Fique de olho!

Fontes: http://eclipse.gsfc.nasa.gov/SEplot/SEplot2001/SE2045Aug12T.GIF

http://eclipse.gsfc.nasa.gov/SEplot/SEplot2001/SE2046Aug02T.GIF

Anúncios

Um comentário sobre “O que é um Eclipse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s