Stephen Hawking morre aos 76 anos – Conheça suas maiores contribuições para a Ciência

Stephen William Hawking

Um dos maiores físicos teóricos da atualidade morreu aos 76 anos no dia 14 de Março de 2018 em sua casa na Inglaterra. A causa da morte ainda é desconhecida e tudo o que sabemos é que o cientista mais consagrado da atualidade convivia por décadas com uma doença chamada Esclerose Lateral Amiotrófica. Apesar de todo o dano causado em seus movimentos, sua capacidade intelectual permaneceu intacta.

Para se comunicar, Stephen Hawking fazia uso de um sintetizador eletrônico. Para produzir sua “fala robótica”, o físico formava as palavras em uma tela com o movimento dos olhos, também usado para movimentar sua cadeira de rodas.

 

Big Bang  –  havia algo antes?

Segundo Hawking, não! Ele declarou que o que havia antes da grande explosão era basicamente nada! Nada do que poderia existir antes do começo do universo tem algo a ver com o que veio depois.

Para o cientista, nenhuma lei da física se aplica até a ocorrência do Big Bang. O universo evoluiu de maneira independente do que havia antes

As conclusões do cientista se adequam à condição “sem fronteiras” do Universo que ele formulou em colaboração com James Hartle, da Universidade da Califórnia.

Em outras palavras, o contínuo de espaço-tempo é uma superfície fechada sem fim, como a superfície da Terra, sobre a qual podemos seguir caminhando eternamente sem cair dela.

Buracos Negros

Hawking descobriu o que ficou conhecido como a segunda lei da dinâmica de buracos negros. Segundo essa lei o horizonte de eventos de um buraco negro nunca fica menor mesmo que sua massa seja reduzida. Em conjunto com James M. Bardeen e Brandon Carter, ele propôs as quatro leis da mecânica dos buracos negros, fazendo uma analogia com termodinâmica.

Entretanto, a pesar de sua teoria dos buracos negros ter despertado um grande interesse rapidamente na comunidade científica, ela precisou ser corrigida em diversos pontos. Hawking começou a notar por meio de cálculos e verificações astronômicas que alguns resultados contradiziam sua segunda lei do buracos negros, onde ele afirmou que o horizonte de eventos dos buracos negros nunca poderiam diminuir. Em conjunto com isso e em cooperação com físicos russos ele descreveu em 1974 um tipo de radiação que os buracos negros emitem que explicava às aparentes contradições em suas observações anteriores, sua descoberta foi batizada em sua homenagem de radiação Hawking.

Leia mais em: http://ciencia.me/W6I

 

Teorema da Singularidade

O matemático Roger Penrose e Stephen Hawking publicaram o Teorema da Singularidade, um modelo teórico provando algumas hipóteses de Wheeler. A teoria supõe a existência de um ponto com força gravitacional no centro dos buracos negros capaz de atrair qualquer coisa (similar ao acúmulo de energia infinita que deu início ao Big Bang).  A singularidade como um local bizarro, onde a densidade da massa seria infinita, o volume seria zero e o tempo simplesmente pararia. Nada poderia sair desse ralo cósmico que dragava tudo à sua volta.

Livros

Em 1988, publicou “Uma Breve História do Tempo”, livro que fala sobre a origem do universo, com muitas ilustrações, escrito basicamente para leigos, o livro aborda os mistérios da física de partículas até a dinâmica que movimenta centenas de milhões de galáxias por todo o universo.

Stephen Hawking escreveu diversas obras, entre elas, “Buracos Negros, Universos Bebês e outros ensaios” (1993), “O Universo Numa Casca de Noz” (2001), “A Teoria de Tudo: A Origem” (2002), “O Grande Projeto” (2010), e o livro de memórias, “Minha Breve História” (2013).

Encerro esse pequeno post com uma de suas frases com as quais pessoalmente mais me identifico:

“Não importa quanto a vida possa ser ruim, sempre existe algo que você pode fazer, e triunfar. Enquanto há vida, há esperança.”

hawking

 

Créditos: G1/Wikipedia/NASA/Ciência e Tecnologia

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s