Astrônomo amador brasileiro descobre grande asteroide próximo ao planeta Terra

O astrônomo amador Leonardo Amaral descobriu o grande asteroide 2020 QU6 em 27 de Agosto, através de observações realizadas no observatório Campo dos Amarais, Campinas – SP.

O asteroide 2020 QU6 possui aproximadamente 1km de diâmetro, tamanho suficiente para causar uma catástrofe global. Se você está lendo essa publicação hoje, saiba que está completamente seguro, pois o asteroide passou pertinho de nós no dia 10 de Setembro a uma distância de 40 milhões de quilômetros e você não sentiu nada!

Órbita do asteroide 2020 QU6 – NASA / JPL

Para se ter uma ideia, a distância entre o nosso planeta e o asteroide 2020 QU6 representa mais de 100 vezes a distância entre a Terra e a Lua, de acordo com um comunicado da Sociedade Planetária.

Há mais asteroides do que antes?

Ouvimos cada vez mais sobre as descobertas de asteroides e talvez algumas pessoas estejam chegando a conclusão de que há mais asteroides próximos ao planeta Terra do que antes. Mas na verdade estamos melhores em encontra los!


A concepção artística de um asteróide próximo à Terra. (Créditos a imagem: NASA)

Segundo Casey Dreier, principal defensor e conselheiro sênior de política espacial da The Planetary Society, é importante investir em novas capacidades baseadas no espaço, como a missão de vigilância NEO da NASA ou NEOSM, que é um telescópio espacial projetado para localizar e rastrear objetos que possam representar uma ameaça ao se aproximarem do planeta Terra.

Em 2019, o astrônomo amador Leonardo Amaral recebeu uma doação de $8500.00 dólares da The Planetary Society para investir em melhores equipamentos de telescópio que lhe permitiriam encontrar, rastrear e caracterizar objetos próximos a Terra com mais eficácia.

Muitas pesquisas sobre asteroides já estão sendo realizadas no hemisfério norte, e a localização de Leonardo Amaral no hemisfério sul (Campinas – São Paulo), ofereceu um ponto de vista único para localizar o grande asteroide 2020 QU6 tão perto de sua aproximação com a Terra. Este fato destaca ainda mais a necessidade de apoiar astrônomos amadores como Amaral.

Créditos: Space.com/The Planetary Society/skyandtelescope.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s