Saiba tudo sobre a missão Lucy da NASA que estudará asteroides troianos

A missão Lucy da NASA, será lançada do Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral, Flórida, através de um foguete Atlas V 401, no dia 16 de Outubro às 6:34 horário de Brasília. A janela de lançamento pode se estender até o dia 7 de Novembro de 2021.

Lucy é a primeira missão espacial a explorar pequenos corpos conhecidos como asteroides Troianos de Júpiter. Acredita-se que os enxames de asteroides troianos associados a Júpiter sejam remanescentes do material primordial que formou os planetas do sistema solar externo, agora preso em órbitas estáveis ​​associadas, mas não perto, do planeta gigante Júpiter. Os asteroides Troianos orbitam em dois “enxames” que conduzem e seguem Júpiter em sua órbita ao redor do Sol.

Esta animação com lapso de tempo mostra os movimentos dos planetas internos (Mercúrio, marrom; Vênus, branco; Terra, azul; Marte, vermelho), Júpiter (laranja) e os dois enxames de Tróia (verde) durante o curso da missão Lucy .
Créditos: Instituto Astronômico do CAS / Petr Scheirich

Ao longo de 12 anos, Lucy vai passar por um asteroide do cinturão principal e sete asteroides troianos. Nenhuma outra missão espacial na história foi lançada para tantos destinos diferentes em órbitas independentes ao redor do nosso sol. Além disso, a missão Lucy fará dois sobrevoos próximos à Terra tornando-se a primeira espaçonave a realizar este feito a partir do Sistema Solar externo. 

Este diagrama ilustra o caminho orbital de Lucy. 
O caminho da espaçonave (verde) é mostrado em um quadro de referência onde Júpiter permanece estacionário, dando à trajetória sua forma de pretzel. 
Após o lançamento em outubro de 2021, Lucy tem dois sobrevoos próximos à Terra antes de encontrar seus alvos Troianos. 
Na nuvem L4, Lucy voará por (3548) Eurybates (branco) e seu satélite, (15094) Polymele (rosa), (11351) Leucus (vermelho) e (21900) Orus (vermelho) de 2027-2028. 
Depois de mergulhar pela Terra novamente, Lucy visitará a nuvem L5 e encontrará o binário Patroclus-Menoetius (617) (rosa) em 2033. Como um bônus, em 2025 a caminho do L4, Lucy voa por um pequeno asteroide do Cinturão Principal, ( 52246) Donald johanson (branco), em homenagem ao descobridor do fóssil Lucy. 
Depois de voar pelo binário Patroclus-Menoetius em 2033,
Créditos: Southwest Research Institute

“Com Lucy, vamos a oito asteroides nunca antes vistos em 12 anos com uma única nave espacial”, disse Tom Statler, cientista do projeto Lucy na sede da NASA em Washington. “Esta é uma oportunidade fantástica de descoberta, à medida que investigamos o passado distante de nosso sistema solar.”

A missão Lucy tem o nome do esqueleto fossilizado de um hominídeo primitivo (ancestral pré-humano) que foi encontrado na Etiópia em 1974 e nomeada “Lucy” pela equipe de paleoantropólogos que o descobriram. E assim como a Lucy fóssil forneceu insights únicos sobre a evolução humana, a missão Lucy da NASA, promete revolucionar nosso conhecimento das origens do planeta e a formação do Sistema Solar, incluindo a Terra.

O encontro com os asteroides

O primeiro pequeno asteroide que Lucy encontrará é (52246) Donaldjohanson . Este é o menor dos alvos de Lucy, medindo apenas 4 km de diâmetro. Embora este objeto forneça principalmente um ensaio de teste para todos os instrumentos de Lucy, também é um objeto interessante, pois foi identificado como um fragmento de uma colisão massiva que ocorreu por volta de 130 milhões de anos atrás, que produziu a família Erigone de asteroides. Lucy passará por este asteroide do tipo C em 20 de abril de 2025.

O primeiro asteroide troiano que Lucy irá visitar é (3548) Eurybates . Muito maior do que Donaldjohanson, ele possuí um diâmetro de 64 km. Em janeiro de 2019, a equipe Lucy soube que Eurybates tem um satélite que provavelmente tem cerca de 1 km de diâmetro. Este sobrevoo acontecerá em 12 de agosto de 2027

O próximo alvo da missão será (15094) Polymele . Este é o menor dos alvos troianos de Lucy, com 21 km de diâmetro. Esta será a primeira vez que uma espaçonave voará por esta classe escura e avermelhada de asteroide que se acredita ser rico em compostos orgânicos. Lucy chegará em 15 de setembro de 2027.

Na sequencia (11351) Leucus, este asteroide de 40 km gira extremamente devagar. Seu dia é de 446 horas! Este período de rotação lenta significa que provavelmente ficará mais quente durante o dia e mais frio à noite do que os outros asteroides, portanto, devemos aprender mais sobre os materiais que constituem esses asteroides. Além disso, à medida que gira, seu brilho observado da Terra varia muito, sugerindo que é bastante alongado. Lucy saberá com certeza quando ele voar em 18 de abril de 2028.

Agora é a vez de (21900) Orus, um cavalo de Troia, seu tamanho é maior que 51 km de diâmetro. Lucy chegará em Orus em 11 de novembro de 2028.

O encontro final

Depois de uma longa jornada, Lucy voará pelo par binário de asteroides (617) Patroclus e Menoetius, com diâmetros médios de 113 km e 104 km respetivamente. Os cientistas levantam a hipótese de que podem ser asteroides primordiais que sobraram do sistema solar inicial. Lucy tem muita sorte de poder voar por este grande par binário de asteroides porque eles estão em uma órbita heliocêntrica de inclinação relativamente alta (22 graus). Isso significa que eles passam a maior parte do tempo acima e abaixo do plano da eclíptica, em regiões que são muito difíceis de serem alcançadas por uma espaçonave. Felizmente, o par está passando pela região que é acessível a Lucy, permitindo este incrível sobrevoo em 3 de março de 2033.

Fontes: lucy.swri.edu/nasa.gov/www.ulalaunch.com/svs.gsfc.nasa.gov

2 comentários sobre “Saiba tudo sobre a missão Lucy da NASA que estudará asteroides troianos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s